Felipe Munhoz UOL, em Lençóis (BA) 07/02/2021 11h30 

Uma explosão causou o desabamento de sete casas, matou quatro mulheres e deixou outras duas pessoas feridas na madrugada de hoje, no bairro de Mãe Luíza, zona leste de Natal. De acordo com a Sesed (Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social), a suspeita é de que o acidente tenha sido causado pela explosão de um botijão de gás. Equipes da Polícia Militar, da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros foram acionadas às 3h30 e retiraram com vida dos escombros Aldo Américo de Souza Filho, 60, e Márcia Maria Barbalho de Souza, 51. Eles foram removidos pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhados para o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. Segundo os B… – Veja mais em https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2021/02/07/explosao-em-natal.htm?foto=1&cmpid=copiaecola

Maria Tereza Cristina da Silva, aproximadamente 50 anos, Taís Silva de Oliveira, 18, Maria das Graças Idelfonso, 57, e Maria Luiza Belarmino, aproximadamente 45 anos, não resistiram à explosão e morreram no local. Todas moravam no local onde houve a explosão. Segundo os Bombeiros, não há mais desaparecidos e as buscas foram encerradas às 7h30.

O tenente-coronel da Polícia Militar, Eduardo Franco, informou ao UOL que duas mulheres que morreram eram mãe e filha – Maria Tereza e Taís. Ele afirmou ainda que a população ajudou muito nas buscas e que o clima no local era de “absoluta tristeza”. A corporação informou também que a explosão aconteceu em um edifício de primeiro andar, com seis casas separadas e acabou atingindo uma casa vizinha. Segundo a Sesed, imóveis vizinhos ao local do desabamento foram isolados e a perícia técnica avalia os danos e eventuais riscos para os moradores da região. Segundo a Sesed, no local também compareceram o delegado de plantão da Polícia Civil e peritos do Instituto Técnico-Científico de Perícia para a retirada dos corpos das quatro mulheres mortas no acidente. O governo do Rio Grande do Norte, através da Sesed, emitiu uma nota de pesar. “O governo do RN vem a público se solidarizar com as famílias das vítimas. Também vem externar à sociedade que todos os esforços estão sendo feitos para minimizar o sofrimento das pessoas afetadas”, diz o texto.